Tradução em andamento do livro “A Dispensational or a Covenantal Interpretation of Scripture - Which is the Truth?” por Bruce Anstey
Este livro encontra-se em processo de tradução, portanto para uma leitura mais ordenada sugiro que comece pela postagem mais antiga no Arquivo da coluna da direita.

FIGURAS DISPENSACIONAIS NO ANTIGO TESTAMENTO

Além do grande número de esboços no Novo Testamento que mostram a ordem dispensacional no modo de Deus agir, existem também muitas figurs no Antigo Testamento que confirmam a mesma coisa. Essas imagens em forma de tipos foram escritas centenas — às vezes até milhares — de anos antes de as mudanças dispensacionais terem ocorrido na história. Elas  dão testemunho do grande fato de que “Conhecidas são a Deus, desde o princípio do mundo, todas as suas obras” (At 15:18).

O conjunto de figuras do modo dispensacional de Deus agir que estamos prestes a analisar não contradiz o fato de que a verdade do Mistério não é ensinada no Antigo Testamento. Estes esboços são figuras ilustrativas, e não um ensino direto.

Nos capítulos 21 a 25 de Gênesis, “Abraão” é um tipo de Deus; “Sara” um tipo de Israel em conformidade com os propósitos de Deus; “Isaque” um tipo de Cristo; “Agar” um tipo de Israel segundo a carne; e “o filho de Agar” (Ismael) um tipo dos judeus incrédulos.



Postagens populares